MSI: Após 5 jogos, RNG é novamente campeã do MSI 2021

Neste domingo (23), tivemos a final do MSI 2021 com a DWG representando a Coreia e a LCK, contra a RNG representando a China e a LPL, e não só temos o primeiro time duas vezes campeão do MSI, como o primeiro jogador a ser campeão em duas rotas diferentes. Xiaohu, foi campeão do MSI 2018 pela RNG jogando pela rota do meio, e agora pelo mesmo time campeão jogando na rota do topo.

Na primeira partida da final, a RNG começa o dia mostrando que veio para vencer, dominando desde os primeiros minutos do jogo, e mesmo com Ghost e ShowMaker querendo estragar os planos dos chineses, a ótima performance de GALA e sua Kai’Sa com KDA de 11/2/6 venceram a partida sem deixar a DWG abater nenhum Dragão, e perdendo somente as torres T1. A RNG fechou a partida com incríveis 13.7 mil de vantagem de ouro.

Com o começo da segunda partida, a equipe chinesa tenta uma estratégia de early game, indo atrás de abates nos primeiros minutos de partida, e abrindo certa vantagem com isso em Dragões e Arauto. Porém, a partir dos 15 minutos de partida, a DWG começa a reagir e não deixa fácil pra seus inimigos avançarem e fecharem a partida. Pouco a pouco vão equilibrando a vantagem de ouro e ao contestar uma chamada de dragão da RNG, ShowMaker com seu Xerath rouba o dragão e após alguns abates viram a vantagem da partida. Com o jogo mais de igual para igual, a DWG tenta fazer o barão, e com a tentativa da RNG de impedir, Ghost consegue um quadra kill e minutos depois fecham a partida.

Em um jogo seguinte equilibrado, com o placar 1-1 e ambas as equipes com um pé atrás de lutar, o jogo chegou aos 24 minutos com o placar 4-4, com um time levando torres enquanto os oponentes realizavam objetivos do outro lado do mapa, até um pickoff sofrido pela RNG e com isso a DWG parte para o barão com a vantagem de número, porém Ming, Gala e Cryin viram a partida com um belo combo de dano, garantem o barão e deixam a China com um pé no terceiro troféu da região.

No quarto jogo, entrou no Rift uma DWG totalmente dominante, que impediu a RNG de ter qualquer espaço possível para fazer objetivos, os coreanos foram dominantes no primeiro arauto, em todos os dragões, não abriram espaços nem para torres, terminando o jogo com todas as torres em pé. O único objetivo feito pelos chineses foi o segundo arauto feito rapidamente enquanto a DWG garantia seu segundo dragão. E mesmo em uma luta que parecia o possível ponto de virada para a RNG, Ghost para fechar o jogo que já estava garantido desde o começo com sua Tristana, consegue um pentakill.

No último jogo do dia, a RNG repete um pouco a estratégia do jogo 2, mas com um Nocturne na rota do meio para ter maior presença global de mapa com ganks, e Wei com seu Udyr que após o primeiro clear da jungle, começou a gankar e não parou mais. Ajudando todas as rotas e ficarem fortes, em todas as disputas de objetivo o time chinês conseguia garantir abates e o showball foi garantido. Aprendendo com os erros do segundo jogo, a RNG continua superior e finaliza a partida para conseguir seu segundo título de Mid-Season Invitational e mostrar que a China vem superior à Coreia para a disputa do Mundial 2021.

Siga o Baserush em suas redes sociais no Twitter Instagram fique por dentro de tudo do CBLOL e CBLOL Academy.