LoL: Psicólogo alega “falta de respeito” em negociação com Cruzeiro

cruzeiro esports

Sendo um dos grandes nomes da psicologia do esports no Brasil, João Cozac conquistou o carinho dos torcedores da Vivo Keyd e do MIBR com seu trabalho e suas interações com os torcedores em seu Twitter. Hoje, João falou com o Baserush sobre uma situação em que viveu com o Cruzeiro, um dos mais novos times que integram o CBLoL 2021.

Segundo João, em setembro deste ano, o Head de LoL do Cruzeiro eSports, Jukaah, entrou em contato com ele, o convidando para ser Head do departamento de psicologia do esport da equipe. Inclusive, em outubro deste ano, Jukaah realizou uma livestream no Youtube no canal da organização, onde fala sobre os planos do Cruzeiro para o CBLoL 2021, e nele cita a criação de um departamento de psicologia, onde vários profissionais da área fariam parte e auxiliaram o time desde as contratações até o jogo em si.

Ele disse a mim em setembro, 3 meses atrás, que eu seria o Head do departamento, que eu escolheria os outros dois psicólogos e que as contratações dos treinadores do juniores, academy e profissional passariam obrigatoriamente por mim, como está no vídeo dele, na live, assim como todos os jogadores seriam escolhidos por mim e que não seria contratado nenhum membro de comissão técnica e atletas sem minha anuência“, declarou João.

Ainda de acordo com Cozac, do final de setembro até o final do mês de outubro, Jukaah sempre reforçava que o contrato dele sairia a qualquer momento. Porém, conforme as semanas se passaram, o Head de LoL do Cruzeiro parou de responder as mensagens de João, até que chegou o momento onde um treinador já havia sido contratado e a line-up inteira selecionada, sem nenhuma consultaria com João, como havia sido prometido.

A partir daí, João disse que começou a falar exclusivamente com Fefão, manager do Cruzeiro eSports. “Eu fiquei trocando mensagens com o manager do Cruzeiro por 33 dias ininterruptos, já estava fazendo protocolo de avaliação pra equipe do Cruzeiro para os treinos e competições, já estava configurando aplicativos para trabalhar com os jogadores assim que meu contrato chegasse, mas o contrato jamais chegou“.

joão cozac
João Cozac enquanto psicólogo na Vivo Keyd (Foto: Divulgação/Vivo Keyd)

Após uma sequência de tweets de João falando sobre o caso, onde citou o descaso da organização com seu trabalho, Fefão enviou mensagens ao psicólogo comunicando que a direção havia oficialmente desistido da sua contratação por conta das suas publicações no Twitter.

Porém, neste mesmo dia, Fadul, que se apresentou a João como um dos investidores do Cruzeiro eSports, teria dito que o contrato do psicólogo não havia sido aprovado por conta do valor orçamentário. Segundo Cozac, em nenhum momento Fefão ou Jukaah haviam comentado sobre aprovação do contrato ou orçamento do projeto.

João mostrou sua indignação com o caso, e ainda falou abertamente sobre o cenário da psicologia no esports. “Quero dizer, da minha total chateação, tristeza pela falta de respeito com a qual os Heads do cruzeiro lidaram com o meu caso, eu não admito que lidem com a psicologia do esporte desta forma, nem comigo, muito menos com um recém formado”

RESPOSTA DO CRUZEIRO

O Baserush entrou em contato com o Cruzeiro eSports, que prontamente se pronunciou sobre o assunto. Primeiramente, sobre a contratação de João Cozac, a equipe comunicou que já havia uma profissional de psicologia trabalhando com os atletas de Free Fire e Fifa, e o plano inicial era expandir a área na equipe.

Para o projeto do LOL, foi cogitada, inicialmente, uma ampliação desse auxílio mediante a contratação de um profissional específico para a Line. Nesse interesse, solicitamos ao Dr. Cozac, profissional reconhecido pela sua atuação no mercado, uma proposta de trabalho. Entretanto, após deliberarmos sobre diversos aspectos, entendemos que, nesse primeiro momento, vamos privilegiar a continuidade de um trabalho de acompanhamento psicológico que já vem dando certo (tanto em termos de saúde mental quanto de resultados competitivos) em detrimento de trazermos um outro profissional. Assim, entendemos que não faria sentido para nós nesse momento, a contratação do psicólogo mencionado quando já temos in house uma belíssima atuação nessa área“, respondeu o Cruzeiro eSports.

Ainda sobre as questões levantadas, pronunciaram-se sobre as dúvidas da questão orçamentaria supostamente alegada para João Cozac. “Sob esse ponto de vista, a decisão considerou, ainda, a responsabilidade orçamentária envolvida (o que não significa falta de orçamento). Sabemos que faz parte do dia-a-dia da gestão negocial que possibilidades sejam levantadas e, ao final, apenas um caminho seja adotado. Lamentamos profundamente se, em algum momento, o fluxo da comunicação possa ter resultado em uma frustração de expectativa“.

Quanto a criação de um departamento psicológico, o Cruzeiro respondeu que “O Cruzeiro não apenas tem interesse em construir um departamento de psicologia, mas já conta com uma profissional contratada, com experiência na área, para atender aos atletas sob a sua gestão. A partir da recentíssima formação da line de LOL, também essa modalidade contará com o seu suporte.”