LoL: As novidades das franquias do CBLOL

CBLOL

No início do mês de outubro, a Riot Games anunciou as 10 organizações selecionadas para o modelo de franquias do CBLOL. Dentre elas, tivemos algumas novidades. Conheça mais sobre elas a seguir:

LOUD

Com um design mais moderno, diferente de tudo o que temos no cenário atualmente, a LOUD é sem dúvidas uma das maiores organizações do Esport brasileiro. Fundada pelo empresário e criador de conteúdo Bruno “PlayHard”, a organização segue um modelo bem parecido com a FaZe Clan, com um grande foco em criação de conteúdo, paralelamente com as competições. A organização atua nos cenários de Fortnite e Free Fire, tendo conquistado, principalmente no segundo, uma das maiores torcidas de todo o cenário de Esports.

No Fortnite, a equipe tem os jogadores leleo e Lasers, que disputam diversos torneios competitivos, mas também investem na criação de conteúdo.

No Free Fire, a organização tem um plantel atletas, que disputam a LBFF, além de seus diversos streamers. A equipe é a atual campeã da Copa América, disputada no início desse ano, onde derrotou diversas equipes como paiN, Corinthians e Infinity.

O “Efeito LOUD”

A organização segue um modelo de criação de conteúdo com uma mansão de influenciadores, onde os streamers da equipe fazem suas streams e diversos vídeos. Recentemente, a organização firmou uma parceria com a Twitch, e migrou para a plataforma (anteriormente, a organização tinha uma parceria com a Nimo.tv).

5 streamers da organização estão entre os 10 streamers brasileiros que mais foram seguidos nos últimos 30 dias (Reprodução: twitchtracker.com)

Com grandes números, a LOUD causa o que é chamado “Efeito LOUD”, quando um novo membro se junta à organização e seus números decolam rapidamente. Foi o caso de Thaiga, que se juntou aos influenciadores em julho, possuindo cerca de 250 mil seguidores no Instagram. Em cerca de uma semana, a streamer já havia 4x o número inicial, ultrapassando 1 milhão de seguidores. Atualmente, ela possui 2.7 milhões de seguidores.

Mas o Efeito LOUD não se limita apenas nos seguidores nas redes sociais: transmissões de campeonatos com a participação da organização também possuem grandes números de espectadores, então, pode-se esperar um aumento nos espectadores nas transmissões do CBLOL.

A equipe atingiu recentemente a marca de 10 milhões de inscritos no YouTube, e conta também com 7,9 milhões de seguidores no Instagram, e cresce cada vez mais em todas as redes sociais. No ano de 2019 – primeiro ano da organização – seu canal oficial do YouTube ficou em primeiro lugar na categoria novos criadores, no YouTube Rewind.

Cruzeiro

Talvez a maior novidade entre as equipes do CBLOL, o tradicional time mineiro é novo nos esports, tendo investido inicialmente nas modalidades Free Fire e FIFA, e vem com um audacioso projeto para o CBLOL, apresentado pelo Head de LoL Jukaah Vargas em uma live no canal do YouTube da organização.

Staff

Um dos focos do projeto será o staff, com diversos profissionais de diversas áreas, como psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas.

Desenvolvimento de jogadores

Para a disputa do CBLOL 2021, a equipe pretende contar com medalhões pontuais, mas terá como foco jogadores novos no cenário, para uma boa troca experiências: os jogadores experientes terão certo papel de liderança, puxando a responsabilidade nos momentos que precisar, mas também terão o “fator juventude”, algo que já foi mostrado por algumas outras organizações nos últimos anos (como Bankai, no Flamengo, e Hidan, na Vivo Keyd). A organização pretende também fazer bootcamps, com estrutura similar aos executados por equipes da LCS e LEC.

Além dos 10 jogadores para as ligas principal e academy, o Cruzeiro contará com uma lineup “junior”, com jogadores jovens (15-17 anos) com foco no desenvolvimento desses jogadores para competições futuras.

A organização, uma vez por ano, convidará os 10 jogadores Free Agent mais bem ranqueados da SoloQ brasileira, algo parecido com o Scouting Grounds da LCS. Esses jogadores passarão 15 dias no escritório da equipe e ao fim desse período, alguns desses jogadores serão selecionados e assinarão contratos de 1 ano com a equipe.

A equipe contará também com uma parceria com a equipe universitária UFMG Fênix, que terá mais detalhes revelados em breve.

A janela de transferências do CBLOL 2021 já está aberta. O campeonato ainda não tem data para sua estreia. Você pode acompanhar as novidades sobre o campeonato em nossas redes sociais ou em nosso site.