Após declarações polemicas, Toti, dono da Vorax, é afastado de cargo de diretor

Hoje, (31), pela manhã, o sócio da Vorax, Aristoteles Azevedo, mais conhecido como Toti, fez um comentário polêmico em suas redes sociais, em que ele disse estar analisando “possíveis beneficios do exercito tomar o poder novamente”.

O comentário foi feito na postagem da também sócia e CEO da Vorax, Marina Leite, em que a mesma repudia o golpe de 64. Confira o post:

Em resposta a Marina, Toti afirmou: “Nunca pensei que fosse parar para analisar os benefícios possíveis (sic) do exército tomar o poder novamente no Brasil… Hoje estou pensando nisso. Fechar a Globo, botar o STF para fora, arrancar políticos bandidos do congresso, escola com regras para o povo, PT exilado!”

O comentário de Toti rapidamente foi repercutido através do jornalista do Grupo Globo, Roque Marques, gerando discussões nas redes sociais, confira:

“AFASTADO”

Após repercussão negativa, a Vorax, através de suas redes sociais, comunicou o afastamento de Toti da função de Diretor. Porém, o dirigente deve seguir na organização, visto que faz parte do quadro societário da empresa e é um dos donos da equipe.

Atualização: por volta das 13h46 do horário oficial de Brasilia, Marina Leite, CEO da Vorax, esclareceu que Toti segue no quadro societário, mas segundo ela, afastado das funções operacionais no dia a dia da gestão da equipe.

Confira o comunicado: