A Final Mundial de Clash Royale acontece no dia 1 de Dezembro, conheça as equipes

No dia 1 de Dezembro, no Japão, ocorrerá a realização da Final Mundial de Clash Royale League. O torneio consiste em reunir os campeões de suas respectivas regiões e colocá-los frente a frente para decidir quem será a melhor equipe. Nesta edição, teremos uma organização brasileira na disputa, que será a Keyd, representando a CRL LATAM. A Final Mundial será jogada em melhor de cinco e nos modos: 2v2, 1v1 e Rei Da Mesa.

Sem mais delongas, conheça os seis times que representarão as cinco regiões da CRL ao redor do mundo.

Vivo Keyd

(Divulgação/SuperCell)

Representando a CRL LATAM, que muitos dizem apresentar os melhores jogadores do Mundo, a Keyd vai ao Japão após vencer uma edição completamente equilibrada do campeonato regional, onde seis equipes da parte de cima da tabela se mantiveram empatadas com o placar de 8-6 e os classificados para os play-offs foram decididos nos critérios de desempate.

O maior talento da equipe é, com certeza, o jogador espanhol Javi, que foi determinante para o título da Keyd no toneio.

Immortals

(Divulgação/SuperCell)

Representando a CRL Norte Americana, a Immortals chega a Tóquio querendo se provar perante as outras regiões, pois, dentro do cenário norte-americano, dominou seus adversários semana após semana e se sagrou campeã sobre a Team Complexity.

O jogador para se ficar de olho é o Royal, um grande especialista com decks de Golem, a principal arma de sua equipe.

Team Queso

(Divulgação/SuperCell)

Diretamente da Europa, a Team Queso pisará na terra milenar como um dos favoritos ao título. Dentro de seu cenário, os oponentes foram completamente destruídos pela Queso. A questão que fica é: será que conseguirão fazer isso novamente?

O nome coringa da equipe é Soking. Ganhou muitos jogos sob pressão, tem domínio sobre vários tipos de decks e, quando se fala em 1v1, ele é o cara.

Kingzone DragonX

(Divulgação/SuperCell)

Representando a CRL Ásia, os sul-coreanos da Kingzone precisam, mais que todo mundo, se provar. Os campeões da primeira temporada da CRL Ásia não apresentaram tanta ameaça no segundo no split. É, também, verdade que testaram jogadores e rotações diferentes no modo de jogo 1v1.

A chave da equipe é o X-Bow Master, que, pelo nome dá para deduizir, é um dominador do deck de X-Besta.

Nova Esports

(Divulgação/SuperCell)

A Nova é, na China, a organização pioneira no Esports mobile e foi, simplesmente, bi-campeã da CRL China. Na temporada de primavera, a equipe teve perfomances sensacionais e se sagraram campeões; No outono, defendeu seu título. A equipe desembarca no Japão como a grande favorita do campeonato.

O verdadeiro MVP é Auk. Entra no torneio como melhor jogador do mundo e como jogador mais valioso da CRL China na temporada de Outono.

Ponos Sports

(Divulgação/SuperCell)

O dono da casa detém o título de “Rei da CRL Ásia” e tem a esperança de vencer usando os seus jogadores versáteis e experientes. Pelos japoneses serem extremamente versáteis, os combatentes precisam ter muito cuidado na hora de desenvolver uma estratégia contra eles.

O ponto de partida da Ponos é o jogador, e também criador de conteúdo, Mikan Bouya. É especialista nos modos 2v2 e Rei da Mesa.

Confira o chaveamento do torneio:

(Divulgação/SuperCell)

Você pode assistir à Final Mundial de Clash Royale ao vivo no canal oficial Clash Royale Brasil e terá início à 00:00 e seu fim está programado para às 06:00.